34.204.174.110
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
tendencias-na-gestao-empresarial

4 tendências na gestão empresarial para 2022

A mudança de ano é sempre uma boa altura para fazer balanços. É importante celebrar as ocasiões em que fomos bem-sucedidos, examinar aquelas em que falhámos e perceber ainda onde há margem para melhorar. Para garantir que o seu negócio continua a evoluir, é importante estar a par das novidades e implementar novas táticas e ferramentas tecnológicas. Mostramos-lhe, por isso, quatro tendências na gestão empresarial a que vai querer prestar atenção em 2022.

1) Trabalho remoto


Como não podia falhar na lista, o teletrabalho é, se não a mais importante, uma das maiores tendências na gestão empresarial em 2022.
 
O trabalho remoto é uma realidade cada vez mais frequente em várias organizações. Se em 2020 e 2021 foi imposto, em 2022 até já foi alvo de novas regras na sua adoção.
 
Contudo, quer seja com vínculo contratual à empresa ou em regime de freelancer, o número de pessoas que trabalha à distância ou a partir de casa tem vindo a crescer nos últimos anos. Há vários motivos que justificam a crescente tendência. Do lado dos colaboradores, a principal é a expectativa de um estilo de vida mais flexível, sem horas perdidas no trânsito entre casa e o trabalho. Do lado das empresas, sobressai a oportunidade de recrutar talentos em qualquer geografia e a redução dos custos associados a um posto de trabalho físico.
 

2) Gestão colaborativa

Há muitos anos que já se fala neste conceito, mas o que temos percebido nos últimos tempos - muito devido ao impacto da pandemia, mas não só - é a necessidade de partilha de dados, rápido acesso à informação e agilidade na gestão. Esta conexão permanente pressupõe uma tomada de decisão mais estruturada e partilhada entre chefias e colaboradores. 

A gestão colaborativa é, no fundo, um modelo descentralizado de gestão dos negócios. Ao contrário da gestão vertical, não existe uma hierarquia rígida entre os funcionários. Cada um dos colaboradores deve entender quais são as suas responsabilidades para que todos possam contribuir para o sucesso do negócio. 

Esta é uma das tendências na gestão que pressupõe que todos trabalham por um bem comum. O foco são as pessoas - o maior ativo da empresa - e os bons resultados, além do aumento da competitividade, são o fruto dessa gestão.  
 
Mas esta gestão colaborativa não pressupõe apenas a interação entre chefias e colaboradores. Já ouviu falar da contabilidade colaborativa? É um modelo de negócio no qual contabilistas e empresários trabalham em verdadeira colaboração, sem troca de papeladas ou emails com constantes pedidos de informação. Por exemplo, com o ROSE Accounting Services, a informação está à distância de um clique e, na mesma plataforma, contabilista e empresário podem trabalhar em tempo real
 

3) Nuvem e mobilidade 


Poder executar algumas tarefas à distância ou consultar documentos através de dispositivos móveis, enquanto estamos em viagem ou fora do escritório, é cada vez mais uma necessidade transversal a vários setores de atividade.

E já existem soluções de sistemas de gestão empresarial - ERP cloud - preparados para dispositivos móveis, que permitem aos gestores aceder, a partir de qualquer lugar, a informação exata e fidedigna para poder tomar decisões rápidas e seguras. 
 
Estes sistemas cloud não só são o maior aliado da gestão colaborativa, como são o arquétipo da competitividade nos negócios. E uma das grandes tendências na gestão para 2022.
 
 

4) Self-service: maior autonomia para os colaboradores


Até a mais bem oleada das engrenagens é capaz de encravar com alguns grãos de areia. O mesmo se passa com as equipas que se vêm a braços com uma quantidade excessiva de micro tarefas que, embora imprescindíveis ao bom funcionamento da empresa, acabam por limitar a sua produtividade. Esta é uma dificuldade particularmente sentida pelos gestores de equipas e departamento de Recursos Humanos.

Muitas dessas tarefas podem, no entanto, ser transferidas para os próprios colaboradores através da utilização de plataformas em modo self-service. Da atualização da sua informação pessoal à gestão de férias, faltas e horas extras, estas ferramentas conferem uma elevada autonomia aos colaboradores e permitem maior agilidade na resolução das suas necessidades. Ao mesmo tempo, contribuem para aumentar a eficiência do departamento de RH e simplificam a gestão de pessoas.

Agora que já conhece as tendências na gestão empresarial para 2022, está a pensar em implementar alguma delas no seu negócio? 
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!