3.236.239.91
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
gestao-de-pessoas
{alt:Sara Sousa }

RH: tendências na gestão de pessoas para 2021

2020 foi um ano desafiante que colocou à prova a capacidade de adaptação, agilidade de resposta e resiliência de todos os gestores de recursos humanos. O ano começou com a definição de estratégias de crescimento e desenvolvimento de pessoas que tiveram de se redefinir e reinventar, quando colocadas perante uma pandemia e estados de emergência que obrigavam a uma redefinição de prioridades de forma imediata.
 
Depois de um ano de grande esforço para as organizações, a realidade dos recursos humanos sofreu uma grande evolução, mas 2021 trará ainda grandes desafios.

Gestão de pessoas: quais são as tendências para o próximo ano?

Trabalho remoto ou híbrido

No início do ano de 2020, a pandemia obrigou grande parte das organizações e os seus colaboradores a se ajustarem rapidamente a um modelo de trabalho à distância, total ou parcialmente em formato híbrido, permitindo reduzir o número de contactos interpessoais em contexto profissional.
 
Em 2021, esta será uma tendência para as organizações, dado que muitas já afirmam que irão manter a possibilidade dos seus colaboradores adotarem estes sistemas de trabalho após a pandemia. Esta oportunidade levantará desafios na liderança de equipas à distância, bem como no acolhimento e aculturação de novos colaboradores.


Saúde mental e bem-estar dos colaboradores 

Não sendo uma questão exclusiva do atual período que vivemos, a saúde mental é um tema constante nas vidas de todos nós e altamente influenciador da produtividade em contexto profissional. Numa altura em que os índices de burnout e depressão têm aumentado, esta torna-se assim numa preocupação crescente dos gestores de recursos humanos. É importante que as organizações consigam oferecer um maior equilíbrio entre a vida pessoal e profissional dos seus recursos, bem como criar mecanismos que permitam acompanhar e monitorizar o desenvolvimento deste tópico.
 
A criação das condições de bem-estar ajustadas permitirá garantir níveis mais elevados de motivação, engagement e retenção, bem como garantir um maior foco nos resultados.

Recrutamento global e contratação em regime freelancer 

Com o crescimento do trabalho à distância, cada vez mais profissionais estão a optar por trabalhar de forma autónoma, sendo recrutados numa ótica de prestação de serviços. Depois do contacto com este sistema de trabalho, muitas empresas começam agora a olhar para os profissionais liberais de forma a suprir algumas necessidades que não obriguem a uma presença física do colaborador e que permitam fazer face a exigências imediatas de contratação, com a agilidade necessária para se ajustarem ao ambiente volátil com que se deparam.
 
Por outro lado, a confirmação de que à distância é possível conectar experiências, desenvolver equipas de trabalho e obter bons resultados, abriu portas a um recrutamento à escala global, permitindo dar resposta a uma escassez de talento local que se vem a identificar em determinadas áreas de conhecimento, como é o caso da tecnologia, e em que o trabalho à distância não levanta questões de operacionalização.

Transformação digital nos dados e processos

Com a crescente tendência de trabalho à distância e necessidade de resposta imediata às solicitações do dia a dia, é importante que as organizações adaptem e transformem digitalmente os seus processos, de forma a que todos os dados possam ser acedidos à distância e que qualquer colaborador tenha acesso a todas as ferramentas que necessita para desempenhar a sua atividade (acesso a software de faturação, servidores, etc.).
 
Abrem-se ainda portas ao Big Data e à Inteligência Artiificial que vem permitir, mais do que simplificar, automatizar a resposta nalguns processos repetitivos na gestão de pessoas e encurtar passos em processos de desenvolvimento, como é o caso do recrutamento de novos colaboradores, permitindo analisar e escolher as características dos candidatos que melhor se adaptam à função. 

Formação online e uso da realidade aumentada e virtual

Com vários elementos das equipas em trabalho à distância e necessidades de desenvolvimento de novas skills bem identificadas, é importante que as empresas comecem a adotar o digital como ferramenta para desenvolver competências e ministrar formação, permitindo assim chegar aos vários colaboradores as mesmas oportunidades de aprendizagem, numa escala de acesso global.
 
De forma a facilitar o ensino da parte prática, começam a utilizar-se cada vez mais ferramentas de realidade aumentada e virtual que permitem simular o que é explicado para que o colaborador possa interagir e ter uma aprendizagem online mais interventiva e estruturada.

Foco nas soft skills

A valorização crescente de competências como resiliência, liderança informal, flexibilidade e empatia nos processos de seleção e de avaliação de desempenho, culmina com um ano em que a pandemia e o isolamento social colocaram à prova a importância e o foco de desenvolvimento destas skills. Este será certamente o ano em que os colaboradores e as organizações vão -se focar na importância do que muitas vezes marca a diferença em contexto profissional.

People Analytics

Numa época em que os dados são apelidados do novo petróleo, estes representam um ativo cada vez mais importante nas empresas. No caso dos recursos humanos, os dados são também preciosos para apoiar a gestão de pessoas, sendo o suporte para o desenvolvimento das políticas de RH mais ajustadas ao momento e às características dos seus colaboradores, permitindo alcançar um retrato verdadeiro das suas pessoas.
 
Com esta metodologia, são recolhidos, organizados e analisados os dados referentes à atividade dos colaboradores de forma a identificar a sua produtividade, a sua satisfação ou certos problemas que o colaborador poderá estar a ultrapassar.

Agilize a gestão dos seus recursos humanos com as soluções PRIMAVERA

De forma a tornar a gestão dos seus recursos humanos mais simples, a PRIMAVERA dispõe de alguns recursos que agilizam e otimizam todos os processos.

 

Com a plataforma OMNIA poderá acabar com todo o trabalho administrativo desnecessário, automatizando e simplificando processos, com vista a assegurar a mobilidade, colaboração em tempo real, acesso à informação, feedback constante e autonomia.

 

Com este sistema de gestão colaborativo e flexível, os colaboradores acedem à aplicação e consultam ou atualizam os seus dados pessoais rapidamente, efetuam pedidos à organização, registam despesas, faltas, férias ou horas extra, tudo de forma autónoma. As chefias recebem os pedidos de aprovação na hora e a informação fica automaticamente integrada no ERP.

 

Desta forma, toda a gestão dos recursos humanos fica centralizada num único local, permitindo aceder a qualquer momento a todos os dados sobre a organização.

Partilhar
0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!