3.81.89.248
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
marketplaces

Marketplaces, onde as marcas têm de estar

Para as marcas, vender online significa alcançar mais clientes, mais rápido. E a possibilidade de colocar a marca junto de uma grande audiência é a grande vantagem dos marketplaces. Estas plataformas de venda online estão a ganhar relevo num mercado de consumo cada vez mais exigente.

Mas com tantos formatos de vendas online disponíveis – como as lojas online com stock próprio ou outras plataformas de e-commerce –, começam a surgir as dúvidas a quem quer investir neste mercado online, especialmente no que respeita à fórmula certa para potenciar o crescimento do negócio.

Porquê os marketplaces?

A escolha da tecnologia sobre a qual vai trabalhar um negócio de ecommerce pode tornar-se um dos pontos-chave do sucesso ou do fracasso de uma marca.

De facto, a rapidez e comodidade são as novas preferências – e exigências – do consumidor digital. Nos marketplaces, apenas à distância de um clique está um mundo de possibilidades. Mas essa não é a única vantagem.

As maiores vantagens para o negócio online

A visibilidade: a presença nos marketplaces garante uma maior visibilidade junto a vários públicos;

A grande capacidade de divulgação: a plataforma é a responsável pela divulgação dos produtos;

A externalização de todos os processos: a plataforma encarrega-se dos vários aspetos da venda:

  • Logística
  • Gestão de devoluções
  • Segurança de pagamentos
  • Gestão da manutenção do site
  • Adaptação do site para a venda nos diferentes dispositivos, como smartphones ou tablets

A diversidade de público: por reunir inúmeras marcas num único local, os marketplaces atraem diferentes tipos de público, resultando numa grande oportunidade para os negócios.

Como funcionam os marketplaces?

Os marketplaces representam o papel de um verdadeiro shopping online que reúne vários vendedores e marcas num único local, além de uma grande variedade de produtos, que facilita a escolha, a comparação de preços e características e simplifica muito significativamente o processo de compra.

Se por um lado, ao investir nos marketplaces se reduz o investimento numa plataforma de e-commerce, por outro, é importante ter em consideração que o marketplace irá receber uma percentagem da margem de cada venda efetuada.

Contudo, a grande vantagem de utilização dos marketplaces na estratégia de vendas online assenta na alta visibilidade e o poder de atração que conferem à marca, além do grande leque de opções disponíveis para os consumidores.

Esta relação de proximidade entre as marcas e os consumidores torna os marketplaces um modelo de negócio que, do ponto de vista do consumidor, atinge um nível de praticidade e comodidade significativamente superior ao das lojas online.

Mas como escolher os melhores marketplaces?

A regra de ouro em qualquer estratégia de negócio conhecer o target da marca. É este target que vai definir o melhor Marketplace para a marca específica: pode ser um marketplace geral ou especializado em determinados setores.

O que importa ter em consideração?

  1. Vender em marketplace senvolve desenvolver conteúdos sobre a marca e produtos: imagens, vídeos, descrições, características;
  2. Cada marketplace apresenta uma lista de requisitos: estude os benefícios de cada um antes de implementar este método no seu negócio;
  3. A percentagem por cada venda varia em cada marketplace: analise qual a plataforma mais benéfica para os seus objetivos;
  4. Alguns marketplaces possuem ferramentas de promoção e publicidade: analise o investimento publicitário antes de escolher a plataforma certa.
  5. Além disso, de acordo com o artigo "What Are Online Marketplaces And What Is Their Future?” da Forbes, existem 3 tipos de marketplaces:

  • Verticais: vendem produtos de diversas marcas mas focam-se apenas num setor.
  • Horizontais: focam-se em determinado segmento de mercado, mas vendem vários tipos de produtos. Por exemplo, os produtos vendidos são direcionados ao público feminino, mas existe todo o tipo de produtos de vários fornecedores;
  • Globais: vendem todo o tipo de produtos. Exemplo de um marketplace global é a Amazon, que se autointitula de "Everything Store”.

Investir em marketpalces como complemento à estratégia global da marca é o melhor aliado ao sucesso das vendas. Mas em nada impede de estudar a hipótese de conciliar uma loja online da própria marca com a presença no marketplace. Esta estratégia omnicanal é o que confere a maior vantagem competitiva à estratégia de negócio.

Com a aposta estruturada numa estratégia omnichannel, onde todos os canais da marca existem em simultâneo e estão totalmente integrados, o tempo na gestão diária dos múltiplos canais reduz significativamente.

E, hoje, já existem soluções tecnológicas que respondem a estes requisitos, como é o caso das soluções de ecommerce da PRIMAVERA que simplificam a gestão logística e o controlo comercialda sua empresa.

Escolha a solução certa para o seu negócio

Integre facilmente a sua loja online com o sistema de gestão Jasmin e simplifique a faturação e a gestão logística das encomendas. Ou integre os dados de todas as plataformas de e-commerce diretamente no ERP PRIMAVERA, onde passará a gerir tudo de forma integrada e com elevado grau de controlo.

Veja, neste vídeo, como é simples gerir vários canais de venda online com a plataforma da PRIMAVERA.

0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!