34.207.247.69
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
{alt:Rosa Peixoto}

Venda online, o segredo do sucesso está na integração

Quem pretende comercializar os seus produtos e serviços online e aproveitar esta onda crescente do e-commerce, deve, em primeiro lugar, assegurar uma presença na web. Mas atenção, não chega! A venda online envolve muito mais do que apenas a criação de uma loja online.

Tão importante como a disponibilização dos produtos online, é a qualidade do serviço prestado. Trata-se de um modelo de negócio que se diferencia essencialmente por dois processos básicos de negócio: o processo de venda e a experiência de compra.

Aos olhos do consumidor, comprar online deve ser algo muito simples, intuitivo e prático, mas a verdade é que as plataformas de venda online são complexas, embora essa complexidade nunca deva ser percetível aos olhos do consumidor.

Para simplificar os processos de venda online existem hoje muitas soluções de integração entre plataformas e mecanismos de automatização de processos administrativos, que asseguram uma experiência agradável ao consumidor e agilidade às empresas no tratamento logístico e administrativo. Existem também vários modelos de venda online, desde logo a começar pela loja própria online ou marketplaces, uma espécie de shoppings online, onde estão disponíveis todo o tipo de produtos.

As possibilidades são várias e as oportunidades de aumentar a rentabilidade das empresas através das vendas online maiores do que nunca. Mas é preciso saber aproveitá-las.

Venda online regista forte crescimento em Portugal

Num estudo de 2018, a Boston Consulting Group (BCG) e a Google estimavam que o digital teria um impacto de 9 mil milhões de euros no PIB português. Este peso da economia digital no PIB representaria 4,5% do total. Embora relevante, ainda é bastante menor do que na maioria dos países europeus, pelo que se estima um forte crescimento nos próximos anos.

O impacto da crise da COVID-19 na venda online

A pandemia gerou um crescimento deste modelo de negócio, com valores entre 40 e 60% face a 2019, em categorias relevantes, como o retalho, segundo um estudo do Group M.

Neste estudo, 17% dos portugueses referem que gastam mais tempo nas compras online de supermercado e 15% nas restantes compras na internet. O mesmo relatório destaca o crescimento de 513%, durante o mês de março, ao nível das pesquisas para compras online, especialmente no setor alimentar, mas também decoração e eletrónica.

Já a Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS) anunciou valores significativamente crescentes no que respeita à compra onlinede serviços e produtos, na ordem dos 18%, durante a crise pandémica da COVID-19.

Também um inquérito desenvolvido pela CIP – Confederação Empresarial de Portugal – e o ISCTE, sobre a diversificação de produtos, de mercados e de formas de venda, devido à pandemia da COVID-19, mostra que o peso estimado das vendas digitais nas empresas que vendam pelo meio online é de 23%, de acordo com a evolução das vendas digitais nas organizações que diversificam nas formas de venda.

Loja online ou Marketplace, qual a melhor opção de venda online?

Passou a desconfiança e entrou a praticidade. Os portugueses, tal como o resto do mundo, estão, cada vez mais, a desenvolver o hábito de comprar por meios online. Ter uma presença sólida no online é fundamental, mas a presença offline é também determinante no sucesso online. Se ambas são importantes, então para quê pensar numa em detrimento da outra?

Aliar o melhor da loja online aos benefícios do Marketplace, apostando ainda, nos casos possíveis, em modelos de subscrição, pode ser a resposta para o sucesso de um negócio suportado pela venda online.

Com a venda online a ganhar terreno, a melhor estratégia comercial é aquela que aposta na multicanalidade, ou seja, vender o mesmo produto em vários canais – desde as lojas físicas, lojas online ou Marketplaces digitais.

Multicanalidade sim, mas com integração!

Poderá estar já - e bem - a pensar na complexidade logística e nas dificuldades de gerir a informação administrativa e financeira que essa dispersão por múltiplos canais de venda poderá provocar. Mas essa complexidade só existirá se a gestão dos vários canais estiver isolada, ou seja, se cada canal tiver uma gestão independente. Se, pelo contrário, optar pela integração dos vários canais através de uma única plataforma de gestão, toda essa complexidade desaparece.

A PRIMAVERA já tem disponíveis soluções tecnológicas capazes de dar resposta às exigências da omnicanalidade e da faturação online. Um conector robusto integra no backoffice /ERP os dados provenientes dos diversos canais de venda, garantindo uma gestão integrada de toda a operação comercial.

Com este conector deixa de perder tempo com processos de encomendas e faturação. Os dados de todas as plataformas onde a marca está presente são integrados num único local para que possa controlar todos os aspetos relacionados com a gestão administrativa e logística: desde a gestão destock, expedição de encomendas, processos de devolução ou controlo da faturação.

Não esquecer- velocidade de faturação, segurança e compliance com a legislação são fundamentais nos marketplaces!

Se já tem um sistema de venda online sólido, com elevado volume de transações, e pretende emitir faturas com toda a segurança, sem se preocupar com a quantidade de documentos, então o melhor é socorrer-se do apoio de um parceiro tecnológico que salvaguarde o cumprimento da legislação e garanta elevado nível de performance, mesmo nos momentos de maior tráfego.

A PRIMAVERA já tem disponível uma solução que integra o workflow de faturação e emite todos os documentos fiscais, encaminhando-os automaticamente à Autoridade Tributária (AT), através de webservice ou via SAF-T, de forma simples e rápida.

Esta plataforma de faturação baseada numa web-API ajuda developers a integrar workflows de faturação com outras soluções de software, oferecendo robustez na emissão de um elevado número de documentos, segurança de dados e total conformidade legal e fiscal.

A Worten é um exemplo de Shopping online que suporta todo o processo de faturação online com o Invoicing Engine da PRIMAVERA.

Independentemente do tipo de negócio e do estágio de evolução para a venda online, o importante é estar consciente de que o presente passa pelo online e o futuro será cada vez mais digital. Analise qual a melhor opção para aproveitar todo o potencial do comércio online e conte com a PRIMAVERA como o seu parceiro tecnológico para a evolução digital.

0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!